HomeBlogA importância e obrigatoriedades do ponto de venda (PDV)

Fique por dentro do nosso Blog.

A importância e obrigatoriedades do ponto de venda (PDV)
Postado em: 24.08.2017

A importância e obrigatoriedades do ponto de venda (PDV)

Demora no atendimento e acúmulo de filas são algumas situações que podem comprometer todo esforço efetuado anteriormente para realização de uma venda, isso ocorre muitas vezes devido à falta de informações sobre questões legais referentes à venda de produtos e serviços, é válido ter conhecimento sobre essas regras, pois o descumprimento pode gerar penalidades como multas e comprometer o negócio.

Sobre a obrigatoriedade

Empresas que comercializam mercadorias precisam emitir a nota fiscal, pois através dela é que são recolhidos os impostos federais e estaduais, como o ICMS (imposto sobre mercadorias e serviços), empresas que vendem serviços e o micro empreendedor individual (MEI) que realiza a venda diretamente para o consumidor final, não estão inclusos nessa regra, porém é necessário realizar uma pesquisa detalhada na secretária da fazenda já que essas regras estão diretamente ligadas ao regime tributário do negócio.

O SAT

O SAT é o Sistema Autenticador e Transmissor de Cupons Fiscais Eletrônicos, que veio para substituir as Emissoras de Cupons Fiscais (ECF) dos contribuintes varejistas do Estado de São Paulo, transmite e autentica automaticamente ou periodicamente, via internet a Secretária da Fazenda facilitando a procura do documento fiscal no programa Nota Fiscal Paulista e elimina a obrigação de envio do REDF (Registro Eletrônico de Documento Fiscal).

A NFC-e

Trata-se da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica, documento que faz parte do SPED e substitui as notas fiscais de venda do consumidor e o cupom fiscal emitido por impressora ECF, a NFC-e tem como objetivo informatizar a comunicação entre o cliente, Sefaz e a empresa.

Essa mudança proporciona alguns benefícios, como por exemplo, a possibilidade de integração com dispositivos móveis para geração e recebimento do extrato da nota fiscal por e-mail, economia em relação à impressão, acesso as informações de compra a qualquer momento e armazenamento seguro das informações sem riscos de perdas.

Alguns dos estados que já aderiram a NFC-e:  Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

O Sistema Impacto possui a funcionalidade de emissão fiscal de consumidor eletrônica e está apto a atender essa modalidade que em breve será obrigatória.

Algumas dicas para enquadrar sua empresa na emissão de documento de vendas:

  • Verifique o regime tributário do negócio
  • Obtenha o certificado digital
  • Obtenha assinatura digital
  • Credencie sua empresa na Sefaz
  • Invista em um software emissor

Saiba o que levar em consideração ao escolher um software de gestão empresarial.

Veja também: