HomeBlogComo as soluções de ERP se adequam à reforma trabalhista

Fique por dentro do nosso Blog.

Como as soluções de ERP se adequam à reforma trabalhista
Postado em: 27.11.2017

Como as soluções de ERP se adequam à reforma trabalhista

A Reforma Trabalhista, Projeto de Lei da Câmara (PLC) 38/2017, entrou em vigor no dia 11 de novembro de 2017. Ela prevê alterações significativas da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e as empresas, para atendê-las, devem atualizar os seus ERPs rapidamente.

A aprovação do projeto de lei foi sancionada em julho e, até o período em que entrou em vigor, as companhias tiveram que adaptar suas políticas implementadas às modificações em mais de 100 pontos da Lei Trabalhista. Uma das principais mudanças são em relação aos contratos de trabalho, férias e rescisões.

Aí que entram os sistemas de ERP, que facilitam o controle de RH, como folha de pagamento, ponto e outras áreas. Além de deixar o dia a dia das empresas muito mais ágil e simples, estes softwares garantem o cumprimento das obrigações da CLT e agilidade nas entregas.

Por isso, é importante que a solução de software esteja sempre atualizada e alinhada com as novidades ao longo do ano. Fazer isso de forma tardia pode causar problemas aos funcionários e à empresa, que deve cumprir todos os pontos trabalhistas e legais à risca. Diante deste tipo de mudança, a adequação e atualização dos softwares deve ser rápida e programada.

 

Veja também: