Tipos de Estoque Escolha o melhor para a sua empresa

Existem diversos tipos de estoque que podem se adaptar melhor ao seu negócio. Considere alguns fatores essenciais como: custos, espaço, logística e entre outros, devem ser levados em consideração para entender qual o tipo de estoque que mais se alinha às necessidades da sua empresa.

Neste artigo, apresentaremos os principais tipos de estoque para que você possa analisar e definir a melhor abordagem para otimizar os processos do seu negócio.

 

Quais são os Principais Tipos de Estoque?

Um estoque é um ambiente no qual é armazenado tudo que é necessário para a produção ou venda dos produtos que a sua empresa fornece. Pode ser utilizado para armazenar um produto final, ou até a matéria-prima para produção dele.

As pessoas já devem ter te aconselhado ou ditado regras sobre o melhor tipo de estoque. Geralmente os conselhos vêm com base na experiência e vivência de cada um. Mas cada negócio é diferente, e existem fatores importantes para serem considerados antes de tomar qualquer decisão. 

E por conta disso, existem diferentes tipos de estoque, que atende a necessidade de cada empreendedor. A seguir vamos te falar os oito principais tipos de estoque, para no fim desse artigo você conseguir analisar e implementar o que melhor se adapta ao seu negócio. 

 

1. Estoque mínimo: 

O Estoque mínimo também pode ser conhecido por “Ponto de ressuprimento”. Ele é composto por uma quantidade mínima de cada produto. 

Para determinar qual a quantidade adequada dos produtos, é importante analisar as últimas vendas e se existe alguma data comemorativa próxima, que possa levar a vender mais esse produto.

2. Estoque máximo:

Já o estoque máximo, seria a compra de uma grande quantidade de produtos para serem vendidos em um determinado período, como dois meses, seis meses ou até um ano.

É uma forma da empresa conseguir negociar com o fornecedor, e adquirir o produto por um menor preço. Mas é ideal apenas para empresas que possuem um amplo espaço de armazenamento.

3. Estoque de antecipação:

Também conhecido como estoque sazonal, esse tipo de estoque é adotado quando a empresa prevê um possível aumento de venda das mercadorias. 

Ele geralmente é relevante quando está próximo a datas comemorativas, como o Natal, Dia das Mães, e entre outras datas. 

4. Estoque de proteção:

Também conhecido como estoque isolador, ele é utilizado como uma forma de se prevenir para possíveis problemas que poderiam causar a falta de um estoque, como: atraso de fornecedor, aumento dos preços, greve de funcionários, etc. 

Então além de adquirir o estoque mínimo, você se previne com uma quantidade a mais dele.

5. Estoque regulador:

Geralmente é utilizado em empresas que contém filial ou centro de distribuição. Os produtos geralmente são armazenados neste local, e quando as outras filiais precisam repor algum produto, ou as vendas estão fracas, são feitas transferências internas.

6. Estoque de consignado:

O estoque consignado é aquele que é gerido por terceiros, seja uma distribuidora, cliente, entre outros. 

As mercadorias continuam sendo da empresa, mas o armazenamento dela é feito fora dela. É uma solução muito interessante para quem não tem o espaço de armazenamento.

7. Estoque de ciclo:

Esse estoque é para aquelas empresas que produzem e vendem mais de um produto ao mesmo tempo. 

Ela não consegue fabricar todos os produtos ao mesmo tempo, por esse motivo elas programam um ciclo produtivo de cada produto, para assim suprir todas as demandas.

8. Estoque em trânsito:

O estoque em trânsito é enquanto a mercadoria permanece no veículo de entrega. Pode ser um caminhão, carro, avião ou qualquer outro meio de transporte. 

Enquanto o produto não chega ao destinatário final, a mercadoria fica como a empresa como responsável. 

 

Como Definir o Tipo de Estoque Ideal para o Seu Negócio

Agora que você já sabe mais sobre os principais tipos de estoque que existem, é essencial definir de qual forma você irá trabalhar. Para te ajudar a tomar essa decisão, siga esses três passos:

Primeiro passo: Faça uma pesquisa de mercado. Entenda como os seus concorrentes trabalham, a disponibilidade dos seus fornecedores e a consumação dos seus clientes. Monte um panorama externo, para ter base em todas as suas decisões. 

Segundo passo: Faça um levantamento interno e entenda quais as verdadeiras condições do seu negócio. Avalie os custos do estoque, o espaço disponível para armazenamento e a logística de entregas. Compreenda as condições reais do seu negócio.

Terceiro passo: Implemente e conte com a tecnologia para te ajudar com a gestão do seu negócio. Você pode investir em um ERP, que irá te ajudar com todo controle do seu estoque, além de conseguir gerenciar em uma única plataforma aspectos muito importantes, como faturamento, compras, financeiro e entre outros.

 

Entre os ERP disponíveis no mercado, te indicamos o Sistema Impacto, um dos mais completos sistemas de gestão empresarial. Além de te auxiliar com todo controle de estoque, é ideal para gerenciar todos os outros processos e setores do seu negócio. 

Para saber mais sobre o Sistema Impacto baixe a nossa apresentação comercial, clicando aqui.

 

Postagem Relacionada

Você no controle do seu negócio
Telefone

11 2087-2852

E-mail

Horário de atendimento: segunda à sexta-feira, das 8:30h ás 12h e 13h ás 17:30h

Av. Salgado Filho, 252, Centro
Guarulhos-SP
Guarulhos Office Tower, sala 1809
CEP. 07115-000

Copyright © 2022. TRS Sistemas – Política de privacidade

Paste your AdWords Remarketing code here