O mundo empresarial  é cheio de termos e siglas que as vezes confundem os usuários e até os profissionais com experiência no assunto. Para ajudar a entender melhor todo esse universo, criamos um dicionário com os principais termos e siglas. Confira!

Analytics

De modo geral, é a informação que resulta da análise de dados ou estatísticas de um site, plataforma, e-mail marketing, testes, entre outros.

Aporte

De maneira geral, aporte é um subsídio dado para determinados fins. Para empreendedores, é o investimento financeiro investido na sua empresa.

Backup

São cópias de seguranças de arquivos de computadores ou celulares feitas com objetivo evitar a perda de dados em caso de roubo ou problema técnico nos equipamentos.

Balanced Scorecard (BSC) – Indicadores balanceados de desempenho

É uma metodologia de gestão que mede o desempenho das empresas, atuando como complemento ao planejamento estratégico.

Benchmarking (ponto de referência)

É um processo de pesquisa que permite comparar seu negócio com a concorrência. O objetivo é incorporar as melhores práticas de outras companhias e aperfeiçoar métodos.

Brainstorm (tempestade de ideias)

Atividade que explora a potencialidade criativa de um indivíduo ou de um grupo. Em reunião, aquele momento de arriscar, apresentar, elaborar e explorar ideias. Também chamado “tempestade de ideias”.

Break even point (ponto de equilíbrio)

Momento em que a empresa consegue ter um faturamento suficiente para pagar seus custos (fixos e variáveis) e despesas e, a partir daí, se tornar lucrativa.

Big Data

É um termo amplamente utilizado na atualidade para nomear conjuntos de dados muito grandes ou complexos, que os aplicativos de processamento de dados tradicionais ainda não conseguem lidar. Os desafios desta área incluem: análise, captura, curadoria de dados, pesquisa, compartilhamento, armazenamento, transferência, visualização e informações sobre privacidade dos dados.

Business Intelligence (BI) – Inteligência de Negócios

Refere-se ao processo de coleta, organização, análise, compartilhamento e monitoramento de dados de diversos sistemas, cujo produto final são informações qualitativas que permitem maior segurança no processo de tomada de decisão.

Business plan

É o plano de negócios das empresas.

B2B, BtoB ou BTB (Business to Business) – Empresa para Empresa

Transições comerciais realizadas entre empresas. Um mercado sem a participação do consumidor físico.

B2C, BtoC ou BTC (Business to Consumer) – Empresa para Consumidor

Indica negócio entre a empresa produtora, vendedora ou prestadora de serviços e o consumidor final.

B2E (Business to Employee)

Modelo de marketing voltado para dentro das organizações, em que a internet e a intranet dão aos funcionários a mesma agilidade de acesso à informação que dão aos consumidores.

Budget

Orçamento.

Cloud computing (computação em nuvem)

A expressão se refere ao uso da memória, e processamento, de servidores e programas de internet seja para armazenar arquivos ou acessá-los de maneira mais prática.

 

Veja também:

Cloud: Por que investir e quais as vantagens?

 

Coach

Profissional responsável pelo desenvolvimento de potenciais e do autoconhecimento de profissionais no cenário empresarial.

Core Business (Núcleo do negócio)

É aquilo que a empresa faz de melhor, em que ela se diferencia, levando em consideração o mercado, os clientes, produtos e tecnologia.

Coworking

Espaços compartilhados por empreendedores e outros profissionais, voltado para a troca de ideias e conhecimento.

CRM (Consumer Relationship Management)

Gerenciamento das relações com o consumidor.

Dashboards

São painéis visuais que centralizam informações importantes para o negócios. Permitem, desta forma, entender o cenário em tempo real e tomar decisões baseadas em informações reais e que estão ocorrendo agora, monitoradas minuto a minuto.

Endomarketing

Marketing interno. Ações voltadas para a conscientização, informação e motivação dos funcionários dentro da organização.

ERP (Enterprise Resource Planning) – Sistema de Gestão Empresarial

Componentes de software que integram todos os departamentos da empresa, facilitando a comunicação e otimizando os recursos e o tempo de execução.

 

Veja também:

O que é um sistema de ERP?

 

Extranet

Área online que permite relacionamento com seus parceiros, clientes e fornecedores.

Feedback

Avaliações e comentários feitos ao funcionário sobre seu desempenho profissional.

Forecast

É uma avaliação realizada mensalmente pela empresa, comparando aquilo que foi levantado no Budget com a situação real do momento.

Follow-up

Acompanhamento de ações para medir os resultados concretos. Retomar tarefas determinadas em alguma conversa, reunião ou solicitação.

Forecast

Previsão.

Funding

Financiamento.

Funil de vendas

É um modelo que permite identificar cada etapa do processo de vendas e criar estratégias próprias para atrair potenciais clientes e transformá-los em consumidores reais.

Head

Profissional que lidera uma área, um departamento ou um projeto.

Hub

É a denominação dada ao equipamento para onde convergem dados que chegam de uma ou várias fontes e seguem para um ou vários destinos, dependendo do tipo e do comando recebido. Pode incluir uma switch e um roteador.

Intranet

Rede de comunicação interna e exclusiva.

Lead

É um potencial cliente. No marketing digital, o termo é usado para se referir a um usuário que demonstrou interesse na sua empresa e inseriu seus dados (e-mail, nome, etc.) em um formulário de conversão. Esse processo é denominado “geração de leads“. Normalmente, o lead recebe mais conteúdos e informações através do funil de venda, podendo se transformar em cliente.

Job rotation

Rodízio de funções dentro da empresa para capacitar funcionários em diferentes setores.

Joint Venture

Associação de empresas para explorar determinado negócio, sem que nenhuma delas perca sua identidade jurídica.

KPI (Key Performance Indicator) – Chave de Desempenho

Mede o desempenho de todos os processos de uma empresa para colaborar com o cumprimento de suas métricas e objetivos para o futuro.

 

Veja também:

O que é KPI?

Market Share

É o percentual de participação que uma empresa detém no seu ramo de atuação quando comparado a outras empresas, podendo também ser chamado de “quota de mercado” ou “participação no mercado”.

Markup

Índice multiplicador utilizado sobre o custo de um produto e/ou serviço para a formação do preço final de venda, utilizando como variáveis as despesas fixas e variáveis, e a margem de lucro estimada.

Pitch

É uma expressão inglesa que se refere a uma “curta apresentação de vendas”, despertando o interesse da parte envolvida com informações essenciais e diferenciadas.

Royalties

É o valor cobrado pela utilização do nome e estrutura de uma empresa para os seus franqueados. Esse pagamento costuma ser feito mensalmente e corresponde a uma porcentagem do faturamento dessas franquias.

Stakeholders

Termo inglês que pode ser traduzido como “parte interessada”. Ou seja, os stakeholders são todas as pessoas impactadas pelas estratégias da empresa, desde colaboradores, sócios, acionistas, funcionários e clientes até o governo e demais envolvidos.

SEM (Search Engine Marketing)

É o conjunto de estratégias com a finalidade de promover um site nas buscas do Google, Bing, Yahoo!, etc. Engloba tanto a parte de Links Patrocinados (Google Adwords, por exemplo) como SEO (busca orgânica).

SEO (Search Engine Optimization)

Conjunto de técnicas e estratégias que visam melhorar o posicionamento de sites e e-commerces em mecanismos de busca como o Google.

Supply-chain

Cadeia de suprimento.

Turnover

Rotatividade. Movimento de admissão e demissão dos funcionários de uma organização.

UX

Também conhecido como user experience ou experiência do usuário, é a preocupação dos designers e desenvolvedores em criar aplicações pensadas na visão e utilização de seus usuários.

VPN (virtual private network – rede privada virtual)

É uma rede de comunicação privada. Por fornecerem autenticação e confidencialidade na transmissão de dados, além de protocolos criptografados por tunelamento, as VPNs tornam-se mais seguras e confiáveis nas comunicações.

C-LEVELS

As nomenclaturas representam o chamado ‘nível C’. O significado completo é “Chief ______ Officer”, com o espaço em branco representando a área da empresa que a pessoa chefia:

  • CEO (chief executive officer) – Presidente-executivo ou diretor geral.
  • CFO (chief financial officer) – Diretor financeiro.
  • COO (chief operation officer) – Diretor operacional.
  • CMO (chief marketing officer) – Diretor de marketing.
  • CPO (chief product officer) – Diretor de produto.
  • CTO (chief technology officer) – Diretor de tecnologia.
  • CIO (chief information officer) – Diretor de TI.
  • CAO (chief accounting officer) – Diretor de contabilidade.
  • CBO (chief business officer) – Diretor de negócios.
  • CCO (chief commercial officer) – Diretor comercial.
  • CCO (chief communications officer) – Diretor de comunicações.
  • CCO (chief creative officer) – Diretor de criação.
  • CCO (chief content officer) – Diretor de conteúdo.
  • CDO (chief digital officer) – Diretor digital.
  • CDO (chief diversity officer) – Diretor de diversidade.
  • CDO (chief design officer) – Diretor de design.
  • CHRO (chief human resources officer) – Diretor de recursos humanos.
  • CLO (chief legal officer) – Diretor jurídico.
  • CSO (chief science officer) – Diretor científico.

 

Veja também:

12 termos mais usados no Shark Tank Brasil

Postagem Relacionada

Deixe um comentário

Você no controle do seu negócio
Telefone

11 2087-2852

E-mail

Horário de atendimento: segunda à sexta-feira, das 8:30h ás 12h e 13h ás 17:30h

Av. Salgado Filho, 252, Centro
Guarulhos-SP
Guarulhos Office Tower, sala 1809
CEP. 07115-000

Copyright © 2020. TRS Sistemas – Política de privacidade

Paste your AdWords Remarketing code here